diariodofestival @ 16:06

Qui, 25/02/10

Estamos no pego do inferno que de inferno nada tem a não ser o nome que traduz a força da natureza representada pela água que corre em cascatas de uma beleza que nos transporta ao verdadeiro paraíso que se encontra em plena serra algarvia.

 

Tal como a água que se desprende das montanhas e corre para o mar; o sangue corre nas nossas veias levando a vida aos mais pequenos recantos do corpo; assim como as melodias e os poemas que nos elevam a alma e nos fazem cantar os mais sublimes sentimentos;

 

Assim seguimos o nosso caminho em direcção ao grande dia da semi final do festival RTP da canção local onde irão desaguar todas as emoções plantadas ao longo de tantos dias de empenho e entrega a este projecto maravilhoso que começou por ser um sonho lindo que sendo agora real jamais deixará de ser sonho.


Ricardo Martins



Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
16
20

21
23
24
26
27

28


Arquivo
2010

Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO